Posts taggeados com ‘superficialidade’

Refrações #001 – A hiper-realidade, as simulações e o simulacro de Jean Baudrillard

coverfdd_001_baudrillard

Imagem original: Brett Walker

Escute o podcast…»

Como matar um deus já morto

* texto originalmente publicado na Revista Clichê.

O mito do assassinato do pai é justamente o mito de um tempo para o qual Deus está morto. Mas se Deus está morto para nós, é porque o está desde sempre. – Jacques Lacan

São muitos os que denunciam o design como uma espécie de sofística destinada a confundir as pessoas sobre aquilo que lhes satisfaz naquilo que lhes aprisiona, como se fosse fácil demarcar com precisão aquilo com que, ironicamente ou não, os próprios designers se preocupam: as “reais necessidades” contra o que seria superficial e irrelevante. Ocorre que a posição simbólica que o design ocupa na cultura contemporânea é a de um nome em torno do qual orbita uma miríade de vetores discursivos (tecnologia, arte, mercado etc.) a serviço de uma moral do entretenimento que, no entanto, efetiva-se porquanto for menosprezada em sua efemeridade enunciada. Leia mais…»