Posts taggeados com ‘virtual’

Refrações #007 – O que é Virtual?

refracoes_007_topoComo pensar o mundo e outras questões relacionadas ao nosso tempo? Refrações é um experimento que promove o encontro de questionamentos e interpretações com base na visão de grandes autores em curtos episódios. Nesta edição: O que é Virtual? – Pierre Levy. Traduzido por Paulo Neves. São Paulo: Editora 34, 2011. Leia mais…

Refrações #006 – O rizoma e os mil platôs de Gilles Deleuze e Félix Guattari

capa_refracoes_006 Leia mais…

À sombra das senhas quase silenciosas

* texto originalmente publicado na Revista Clichê.

Alguns escritores, em seu estilo e postura, provocam intencionalmente desafio e olhar crítico de seus leitores. Outros apenas nos convidam a pensar. As demandas hiper-prosaicas de Baudrillard pedem somente um resmungar de olhos arregalados ou um assentimento desnorteado. Ele anseia influência intelectual, mas afasta qualquer análise séria de sua própria escrita, mantendo-se livre para saltar de uma asserção bombástica para outra, não importa o quão contraditório isso possa parecer. Seu truque é simplesmente o de fazer com que comprem seus livros, adotem seu jargão e mencionem o seu nome sempre que possível. – Denis Dutton, Baudrillard Review (Philosophy and Literature n. 14, 1990, trad. minha).

A crítica supramencionada assemelha-se a dezenas de outras críticas dirigidas contra a obra de Deleuze, de Cioran, de Žižek e até de Nietzsche, de modo que a denúncia básica de “adotarem seu jargão sempre que possível” parece referir-se mais aos críticos do que aos autores criticados. Neste caso, a dificuldade falsamente imposta pelo discurso de Baudrillard provém da contradição e da ironia permanentes em suas provocações que, no conjunto de cada texto, instauram uma contundência e uma reversibilidade tais que não isentam nem aqueles que, como o comentarista acima, rendem-se ao olhar “pós-moderno” por eles próprios denunciado. Leia mais…»